Posts

Análise GP do Bahrein de 2019 | 2019 Bahrain GP Analysis

Ocorrido no dia 31 de março, a 999ª edição da Fórmula 1, o Grande Prêmio do Bahrein de 2019 foi uma caixa de surpresas, um conto de fadas cheio de suspense. Começando pela pole position de Charles Leclerc (Ferrari), que quebrou o recorde de mais jovem piloto a largar da pole position, que antes era de seu companheiro Sebastian Vettel, a corrida tinha tudo para ser um sonho da Ferrari. Mas o relógio bateu meia-noite…

Logo após a largada, Vettel passou Leclerc e a dupla da Mercedes, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas, também ameaçou o jovem monegasco. Infelizmente, também na largada, Romain Grosjean (Haas) bateu em Lance Stroll (Racing Point) e deixou sequelas na prova de ambos. O francês foi o primeiro a abandonar, mas só depois de muitas voltas. Como diria Dona Florinda: “Muito bem feito! E da próxima vez, vá jogar o carro em cima da sua avó!”. Stroll trocou a asa dianteira.

Carlos Sainz Jr. (McLaren) começou a ameaçar Max Verstappen (Red Bull), mas seu pneu furou e o piloto foi forçado a parar nos boxes, perdendo muitas posições. Sainz abandonou a corrida a algumas voltas do final. Outros incidentes, como o entre Daniil Kvyat (Toro Rosso) e Antonio Giovinazzi (Sauber) chamaram a atenção, mas não receberam nenhuma penalidade.

Depois de passar Vettel, Leclerc assumiu a liderança e mantinha uma certa distância em relação aos demais. Com a vitória praticamente garantida, ele ficou longe do confronto entre Hamilton e Vettel, que terminou com o alemão rodando na pista e perdendo posições valiosas. Também bateu em George Russell (Williams) e perdeu a asa dianteira. Mas o conto de fadas do monegasco se encerrou quando seu carro começou a apresentar problemas. Hamilton se aproximou cada vez mais do concorrente e o ultrapassou. Pouco tempo depois foi a vez de Bottas passá-lo. Verstappen ia passar Leclerc, mas o duplo abandono das Renaults de Daniel Ricciardo e Nico Hülkenberg fez o safety car entrar na pista e estragar a emoção do final da prova.

Com a vitória de Hamilton, a Mercedes se revela novamente uma grande potência na Fórmula 1 e está pronta para mais um título. Bottas com um segundo lugar também teve uma atuação excelente. A Ferrari sai humilhada do Bahrein, com Vettel chegando em quinto, bem longe do quarto lugar de Verstappen, e Leclerc amargando em terceiro, que por pouco não perdeu mas foi salvo pelo safety car, depois de largar na pole e liderar por muito tempo. A carruagem de Leclerc se transforma em abóbora depois do baile.

Notas

Corrida: 7

Pilotos
1. Lewis Hamilton: 8
2. Valtteri Bottas: 8
3. Charles Leclerc: 7
4. Max Verstappen: 7
5. Sebastian Vettel: 5
6. Lando Norris: 8
7. Kimi Raikkonen: 7
8. Pierre Gasly: 6
9. Alexander Albon: 7
10. Sergio Perez: 8
11. Antonio Giovinazzi: 6
12. Daniil Kvyat: 6
13. Kevin Magnussen: 5
14. Lance Stroll: 7
15. George Russell: 6
16. Robert Kubica: 6

Abandonaram
17. Nico Hülkenberg: 0
18. Daniel Ricciardo: 0
19. Carlos Sainz Jr.: 6
20. Romain Grosjean: 0 (-1)

Melhores pilotos: Sergio Perez e Valtteri Bottas
Pior piloto: Romain Grosjean