Análise Grande Prêmio da Hungria de 2019 | 2019 Hungarian Grand Prix Analysis

Ocorrido no dia 4 de agosto de 2019, o Grande Prêmio da Hungria foi bem diferente da versão anterior. O fim de semana foi surpreendente. Max Verstappen (Red Bull) fez sua primeira pole position e se tornou o 100º piloto da história da Fórmula 1 a largar da primeira posição do grid. Valtteri Bottas (Mercedes) afirmou em entrevista que seria “mais agressivo” para conquistar a vitória. Mas não foi o que aconteceu.

Com Max Verstappen largando na pole position e o companheiro Bottas em segundo, Lewis Hamilton largou em quarto, com Charles Leclerc (Ferrari) e seu companheiro Sebastian Vettel logo depois. Após a largada, a dupla da Mercedes se enfrentou, com Bottas levando a pior. O finlandês ainda levou um toque de Leclerc e foi obrigado a trocar a asa dianteira. Enquanto isso, Daniel Ricciardo (Renault) fazia uma corrida de superação. Largando em último devido a uma punição, o australiano não desistiu de buscar uma boa colocação e conseguiu vencer muitos adversários.

A briga mais emocionante era entre Verstappen e Hamilton. O inglês tinha um carro melhor, mas Max estava bem longe. A Red Bull fez o pit stop antes e isso deu mais vantagem para o holandês. No entanto, o bom desempenho de Lewis permitiu que a diferença fosse diminuída a cada volta.

A previsão era de que Hamilton só chegaria em Verstappen na última volta. No entanto, o inglês se aproximou faltando cinco voltas para o final. Lewis havia feito duas trocas de pneus (uma de médio para duro e outra de duro para médio), enquanto Max apenas uma (de médio para duro). O desgaste de pneus do carro da Red Bull foi o fator decisivo para o inglês levar a vitória. Também na última volta, Leclerc permitiu que Vettel o ultrapassasse, depois de ambos terem passado a corrida inteira sem chances de alcançar os líderes. O único abandono do dia foi de Romain Grosjean (Haas), que foi recolhido em sua garagem.

O Grande Prêmio da Hungria de 2019 foi uma surpresa. Devido ao fato do Hungaroring ser uma pista de difícil ultrapassagem, as corridas nele tendem a ser monótonas, como foi o caso do ano passado. No entanto, embora não tenha tido grandes duelos, essa edição trouxe uma boa disputa entre Verstappen e Hamilton. Max consegue sua primeira pole, seu primeiro pódio na Hungria e a volta mais rápida da prova. Ainda há esperanças de que esse piloto supertalentoso ultrapasse Bottas no campeonato.

Ficar na Red Bull ou ganhar na Mercedes?

Notas

Corrida: 9

Pilotos

  1. Lewis Hamilton: 9,5
  2. Max Verstappen: 10
  3. Sebastian Vettel: 6
  4. Charles Leclerc: 9
  5. Carlos Sainz Jr.: 8
  6. Pierre Gasly: 7
  7. Kimi Raikkonen: 8
  8. Valtteri Bottas: 9
  9. Lando Norris: 7
  10. Alexander Albon: 7
  11. Sergio Pérez: 5
  12. Nico Hülkenberg: 5
  13. Kevin Magnussen: 5
  14. Daniel Ricciardo: 9
  15. Daniil Kvyat: 5
  16. George Russell: 5
  17. Lance Stroll: 4
  18. Antonio Giovinazzi:
    4
  19. Robert Kubica: 3

Abandonou:

20. Romain Grosjean: 4

Driver
of the Day (escolhido pelo público): Max Verstappen

Melhor
piloto: Max Verstappen

Pior piloto: Robert Kubica


0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *