Análise GP do Brasil de 2018

Depois de sabotar a corrida de Max e apanhar dele, Esteban diz que isso não é atitude de homem. Atitude de homem é jogar o carro para cima dos outros, né? Tira esse uniforme porque você não é “caveira”. Você é MOLEQUE, Ocon. Só para lembrar, Max está na Fórmula 1 para o ano que vem, você não (graças a Deus!). Max tem vitórias, você não. Max tem pódios, você não. Max tem recordes, você não. Max é um mito, você não.

Mas todas as palavras são poucas para descrever a atitude anti-esportiva do ser humano chamado Esteban Ocon (Force India). O Grande Prêmio do Brasil de 2018, que ocorreu no dia 11 de novembro, tinha tudo para ser a melhor corrida do ano, pois as disputas por posições dominaram o evento. Lewis Hamilton (Mercedes), que largou da pole, fez um bom trabalho, indiscutível. Mas Max Verstappen (Red Bull), foi o destaque do dia. Ultrapassou diversas vezes, superou pilotos como Kimi Raikkonen (Ferrari) e Sebastian Vettel (Ferrari) e liderou boa parte da prova.

Verstappen com certeza teria vencido. A Mercedes de Hamilton sofria com problemas de potência no motor e bolhas dos pneus. Mas, o piloto mais superestimado da história da Fórmula 1 resolveu fazer uma manobra antiética, jogando sua Force India para cima de Max Verstappen mesmo sendo retardatário. É possível imaginar o que se passa na cabeça de Ocon: inveja por ter vencido a Fórmula 3 em 2014, mas Verstappen ter subido à Fórmula 1 primeiro por ter mais talento e chamar mais a atenção dos executivos. Verstappen teve pontos e recordes em seu primeiro ano na Fórmula 1, Stroll teve pódio, pontos e recordes. Ocon não teve NADA em sua primeira temporada e está a DOIS ANOS SEM PÓDIO, embora alguns “espertinhos” ainda insistam que ele tenha talento e seja mais merecedor da vaga do que Stroll ou Verstappen.

Infelizmente, a burrada desse competidor ofuscou o resto da corrida. Não digo que Hamilton deveria parar e deixar Verstappen passar (até porque, cada piloto corre por si e deve fazer seu melhor para alcançar o melhor resultado). Todas as lutas da corrida, entre Raikkonen e Valtteri Bottas (Mercedes), entre Ricciardo e Vettel, entre os pilotos da Renault e entre Verstappen e Hamilton merecem atenção. Lembrando também que Marcus Ericsson (Sauber) e Nico Hülkenberg abandonaram a prova por problemas mecânicos. Ericsson chegou até mesmo a rodar na pista.

Lewis Hamilton foi o vencedor, marcando a 7ª das últimas 19 corridas em Interlagos que o pole position vence a prova. Max Verstappen, o VENCEDOR moral dessa corrida foi o segundo colocado, e Kimi Raikkonen o terceiro. Não desmereço o trabalho de Hamilton, nem vou criticar sua comemoração exacerbada em contraste com a frustração do jovem Verstappen. Mas faço minhas as palavras de um usuário do Instagram, que disse: “Acabaram com sua corrida, mas não com o amor dos fãs, Hail Max”. O Brasil agradece o carinho que você tem com o nosso país e o respeito à nossa cultura: escreveu Brasil com S, jogou futebol na Vila Madalena… os fãs brasileiros amam Max Verstappen, o Brasil ama Max Verstappen. Felipe Massa disse bem: “a torcida vibra com ele”. Quanto a Ocon, o castigo vem a cavalo: a Williams assinou com Robert Kubica e Esteban, graças a Deus, está fora. O Brasil odeia Esteban Ocon, o pior piloto da história da Fórmula 1.

 

Notas

Corrida: 8 (era pra ser 10, mas o Ocon ferrou com tudo)

Pilotos

  1. Lewis Hamilton: 8
  2. Max Verstappen: 10 (um dos melhores pilotos da história)
  3. Kimi Raikkonen: 8
  4. Daniel Ricciardo: 9
  5. Valtteri Bottas: 7
  6. Sebastian Vettel: 7
  7. Charles Leclerc: 6
  8. Romain Grosjean: 6
  9. Kevin Magnussen: 6
  10. Sergio Perez: 6
  11. Brendon Hartley: 6
  12. Carlos Sainz Jr.: 6
  13. Pierrr Gasly: 6
  14. Stoffel Vandoorne: 6
  15. Esteban Ocon: 0 (merecia ser desclassificado)
  16. Sergey Sirotkin: 6
  17. Fernando Alonso: 5
  18. Lance Stroll: 6

 

Abandonaram

  1. Nico Hülkenberg
  2. Marcus Ericsson

 

Driver of the Day (escolhido pelo público): Max Verstappen

Melhor piloto: Max Verstappen

Pior piloto: Esteban Ocon (nem piloto ele é, teve sorte de conhecer o Toto Wolff).

2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *