Análise GP da Espanha de 2019 | 2019 Spanish GP Analysis

No dia 12 de maio, Dia das Mães no Brasil, ocorreu o Grande Prêmio da Espanha de 2019. Muitos consideram que a temporada de Fórmula 1 começa oficialmente com essa corrida. O Circuito da Catalunha foi palco de momentos inesquecíveis, como a edição de 2016, na qual Lewis Hamilton e Nico Rosberg, a dupla da Mercedes, se chocaram e causaram um duplo abandono, possibilitando a vitória de Max Verstappen, que quebrou quatro recordes naquela corrida.

Valtteri Bottas (Mercedes) fez a pole position, largando ao lado de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe. Sebastian Vettel (Ferrari) e Max Verstappen (Red Bull) completaram a segunda volta. Pouco após a largada, Vettel se arriscou entre as Mercedes e permitiu que Hamilton ultrapassasse Bottas. Charles Leclerc (Ferrari) quase ultrapassou Verstappen, mas não teve sucesso. Na parte de trás do grid, Daniel Ricciardo (Renault) fazia boas ultrapassagens.

Mais tarde, com Verstappen se distanciando das Ferraris, a equipe italiana ordenou a Vettel que deixasse Leclerc passar (sim, isso aconteceu), pois o piloto monegasco estava mais rápido. Cumprida a ordem, Vettel fez o pit stop, mas um erro na troca do pneu traseiro esquerdo fez a parada levar 4.4 segundos e o alemão cair para décimo lugar. Percebendo a estratégia da concorrente, a Red Bull chamou Verstappen aos boxes, mas trocou os pneus macios por outros do mesmo tipo com menos voltas. Como a regra era de usar pelo menos dois compostos diferentes, Max teria que fazer outra troca mais tarde. O pit stop foi bem sucedido e o holandês recuperou com facilidade as duas posições perdidas.

Bottas não conseguia alcançar Hamilton e a Ferrari percebeu que a estratégia de deixar Leclerc passar para tentar alcançar Verstappen não deu muito certo. No meio do pelotão, Daniil Kvyat (Toro Rosso) e Kimi Raikkonen (Alpha Romeo) protagonizaram uma boa disputa de posições, com o russo levando a melhor.

Não faltando muito para o final da prova, Lando Norris (McLaren) colidiu com Lance Stroll (Racing Point) e ainda direcionou o carro para a brita, sujando a pista. O inglês demonstrou um comportamento antiético ao xingar o canadense no rádio, mesmo os comissários definindo que este era inocente. Com o abandono de ambos, o safety car foi acionado. Hamilton aproveitou para trocar os pneus, que estavam com bolhas, e Leclerc fez o mesmo, perdendo a posição para Verstappen. A limpeza da pista foi demorada e o inglês segurou o grid por um bom tempo após o fim do safety car. Max se aproximava de Bottas, mas não conseguiu ultrapassá-lo. Mesmo resistente, Leclerc acabou superado por Vettel e quase que Pierre Gasly (Red Bull) o ultrapassa também. Logo depois, os carros da Haas, guiados por Romain Grosjean e Kevin Magnussen, se envolveram em brigas que levaram o dinamarquês a sair da pista duas vezes.

Lewis Hamilton foi o vencedor, com Valtteri Bottas em segundo e Max Verstappen em terceiro. Com a volta mais rápida, Hamilton também levou um ponto extra e se mantém como líder do campeonato. A situação é semelhante à de 2016, com a Mercedes dominando, a Red Bull surgindo como uma segunda potência e a Ferrari apresentando dificuldades (só não está em terceiro porque os resultados de Gasly são inferiores aos de Leclerc). Porém, ainda faltam muitas corridas para se concluir algo sobre o campeonato.

Feliz Dia das Mães!!!

Notas

Corrida: 7,5

Pilotos

1. Lewis Hamilton: 10
2. Valtteri Bottas: 9
3. Max Verstappen: 10
4. Sebastian Vettel: 8
5. Charles Leclerc: 9
6. Pierre Gasly: 8
7. Kevin Magnussen: 7
8. Carlos Sainz Jr.: 6
9. Daniil Kvyat: 6
10. Romain Grosjean: 6
11. Alexander Albon: 6
12. Daniel Ricciardo: 8
13. Nico Hülkenberg: 6
14. Kimi Raikkonen: 6
15. Sergio Pérez: 6
16. Antonio Giovinazzi: 5
17. George Russell: 2
18. Robert Kubica: 2

Abandonaram
19. Lance Stroll: 6
20. Lando Norris: 0

Driver of the Day (escolhido pelo público): Max Verstappen
Melhores pilotos: Max Verstappen e Lewis Hamilton
Pior piloto: Lando Norris

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *