Análise do Grande Prêmio de Mônaco de 2021 | 2021 Monaco Grand Prix Analysis

Por Rebeca Pinheiro e Adriana Perantoni | By Rebeca Pinheiro and Adriana Perantoni

Texto em inglês revisado por Jack Thurston | English text revised by Jack Thurston

O Grande Prêmio de Mônaco de 2021 ocorreu no dia 23 de maio. Foi a primeira edição da corrida mais tradicional na Fórmula 1 na década, pois em 2020 o evento teve de ser cancelado devido à pandemia de Covid-19.

Charles Leclerc (Ferrari) largaria da pole position ao lado de Max Verstappen (Red Bull). No entanto, um problema na suspensão impediu o monegasco de participar da corrida. A vaga da pole ficou fazia. Apesar do terceiro colocado, Valtteri Bottas (Mercedes), tentar uma ultrapassagem, Verstappen largou em um movimento defensivo e se manteve à frente.

Como esperado para Mônaco, não houve muitas variações no grid, e umas das pouquíssimas ultrapassagens em pista foi a de Mick Schumacher (Haas) em cima do colega de equipe Nikita Mazepin, embora o russo tenha recuperado a posição algumas voltas depois. Somente no pit stop houve uma reviravolta: o pneu dianteiro direito de Bottas não soltou na hora da troca e o piloto foi obrigado a deixar a prova. Sergio Pérez (Red Bull) conseguiu assumir a liderança enquanto Verstappen estava no box, mas o holandês recuperou a posição depois da parada do mexicano.

A poucas voltas do fim, Pérez tentou ultrapassar Lando Norris (McLaren), mas embora se aproximasse bastante e os retardatários não atrapalhassem, a pista dificultou o trabalho e não foi possível sair do quarto lugar. Durante a corrida, alguns pilotos receberam a bandeira preta e branca por exceder os limites da pista. Foram os casos de Mazepin, Norris e Yuki Tsunoda (AlphaTauri). Lance Stroll (Aston Martin) foi investigado por ter falhado em se manter à direita da saída dos boxes, mas nenhuma ação foi tomada.

Max Verstappen foi o vencedor, com Carlos Sainz Jr. (Ferrari) em segundo e Lando Norris em terceiro. Como explicado anteriormente, o Circuito de Monte Carlo dificulta ultrapassagens. Logo, na prática, as posições só mudam quando alguém entra nos boxes ou quebra, e a emoção de Mônaco se resume a ver se o piloto vai bater ou não. Infelizmente, um conjunto de fatores (sobretudo financeiros) mantém Mônaco como uma corrida “tradicional” na Fórmula 1 mesmo que ela em si seja uma das mais monótonas. Mas é louvável lembrar que Verstappen venceu com uma diferença de 9 segundos em relação a Sainz, o que reflete muito do talento do holandês. Agora, Verstappen lidera o campeonato, pois Lewis Hamilton (Mercedes), que largou em sétimo e terminou na mesma posição, não conseguiu pontos o suficiente para manter a vantagem. As emoções da disputa do campeonato estão apenas começando.

Tal como no Bahrein em 2019, o sonho de Charles Leclerc não pôde se realizar.

Opinião da Rebeca:

Eu, particularmente, fiquei com muita pena de Charles Leclerc por não ter conseguido largar na corrida. O piloto nunca conseguiu pontuar em um GP sediado em sua terra natal, e largar da pole indicatia uma provável vitória. Mas Max Verstappen merece muitos elogios, pois seu primeiro pódio em Mônaco coincide com sua primeira vitória na “jóia da coroa da Fórmula 1”.

Exceto por esses dois pontos, e pela louvável tentativa de ultrapassagem de Sergio Pérez em cima de Lando Norris, não encontro nada para ressaltar nessa prova. Não gostei muito do resultado do segundo lugar para baixo. Mas já era esperada acontecer alguma zica em Mônaco.

Opinião da Adriana:

Notas

Corrida: 6 (Rebeca) | 5 (Adriana)

Pilotos

  1. Max Verstappen: 10 (Rebeca) | 9 (Adriana)
  2. Carlos Sainz Jr.: 7 (Rebeca e Adriana)
  3. Lando Norris: 6 (Rebeca) | 7 (Adriana)
  4. Sergio Pérez: 8 (Rebeca e Adriana)
  5. Sebastian Vettel: 5 (Rebeca) | 8 (Adriana)
  6. Pierre Gasly: 6 (Rebeca) | 8 (Adriana)
  7. Lewis Hamilton: 6 (Rebeca) | 7 (Adriana)
  8. Lance Stroll: 3 (Rebeca) | 8 (Adriana)
  9. Esteban Ocon: 3 (Rebeca) | 8 (Adriana)
  10. Antonio Giovinazzi: 3 (Rebeca) | 8 (Adriana)
  11. Kimi Raikkonen: 3 (Rebeca) | 6 (Adriana)
  12. Daniel Ricciardo: 3 (Rebeca) | 6 (Adriana)
  13. Fernando Alonso: 3 (Rebeca) | 5 (Adriana)
  14. George Russell: 3 (Rebeca) | 5 (Adriana)
  15. Nicholas Latifi: 3 (Rebeca) | 5 (Adriana)
  16. Yuki Tsunoda: 4 (Rebeca e Adriana)
  17. Nikita Mazepin: 3 (Rebeca)
  18. Mick Schumacher: 3 (Rebeca) | 4 (Adriana)

Abandonou

  1. Valtteri Bottas

Não largou

  1. Charles Leclerc

Piloto do Dia (escolhido pelo público): Sebastian Vettel

Melhor piloto: Max Verstappen (Rebeca) | Sergio Pérez (Adriana)

Pior piloto: Lance Stroll (Rebeca) | Kimi Raikkonen (Adriana)

2 respostas
  1. Elizete
    Elizete says:

    Triste corrida. Torci para que Charles Leclerc fizesse uma boa apresentação, mas apesar de ser um excelente piloto, não tem tido muita sorte. Como esperado para Mônaco: ” Teria sido melhor ir ver o Pelé”.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *